Fechar
Icone para fechar banner

E aí, qual é o seu sonho?

Novo apartamento, viagem pelo mundo, ou seu primeiro milhão Converse com um de nossos consultores financeiros e descubra como conquistar seu sonho!

10 gastos invisíveis que machucam seu orçamento pessoal

Equipe Monetus
           

Ter controle sobre os gastos invisíveis, aqueles que você nem percebe, é fundamental, mas muitas vezes complicado pela facilidade do cartão de crédito e diversas opções de plataformas e serviços digitais. No final do mês chega a fatura e o susto, como você gastou tanto?

Isso é bem frequente e quando paramos para analisar, o que gastamos com aplicativos de corrida no mês pode chegar a um valor absurdo. O mesmo ocorre com delivery, lanches…

Um planejamento financeiro te ajuda a delimitar suas despesas e melhor destinar suas economias. Esse controle às vezes já aponta vários dos gastos invisíveis, mas para te auxiliar listamos abaixo os principais e damos dicas de como evitá-los ou, no mínimo, controlá-los. Veja a segui

1 – Anuidade do cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser uma excelente opção, mas se descuidar ele também pode se tornar o vilão. Os gastos com anuidade podem ser uma grande surpresa para aqueles que nunca pararam para analisar esse custo.

A boa notícia é que hoje existem várias alternativas de cartões de crédito sem anuidade. Ainda que você continue com o seu, também é possível renegociar essa tarifa e com isso economizar mais de 25% do valor

2 – Aplicativos de corrida

“Está bem barato para voltar para casa hoje, só R$12,00.”. A facilidade de apertar um botão e ir para qualquer lugar que muitas vezes não associamos o peso que isso contribui para nosso orçamento pessoal.

Esse serviço comumente entra nos gastos invisíveis mais frequentes. Uma boa dica é estipular um valor destinado apenas a isso, de forma que você não tenha surpresas. Dividir corridas também pode ser uma boa ideia.

3 – Delivery de comida

Sabemos que de vez em quando bate aquela preguiça de cozinhar. Também tem as vezes que você recebe aquele cupom de desconto do aplicativo. Como não pedir aquele jantar tão prático?

Comer algo diferente sempre é muito bom, mas também é um gasto que poucas vezes paramos para perceber quão relevante é. Planejar antecipadamente suas refeições pode te ajudar a manter uma boa alimentação e não deixar que isso se some aos gastos invisíveis.

4 – TV por assinatura e telefone

Esses pacotes muitas vezes foram contratados há muito tempo e talvez nem usemos mais todos os recursos que antes achávamos tão importantes. Ter todos os canais de filmes é ainda importante para você? E seu telefone fixo recebe alguma ligação além de propagandas?

Essa categoria são os gastos invisíveis que muitas pessoas fazem questão de não ver. Ligar para os serviços de atendimento sempre foi uma tarefa terrível, mas ainda que seja o caso, o esforço de um dia pode te economizar bastante no longo prazo!

5 – Multas por atraso no pagamento

Por descuido podemos esquecer de pagar as contas antes do vencimento e com isso temos que pagar juros. O problema é que nesse descuido é comum desconsiderar inconscientemente esse gasto extra.

Esse gasto invisível é pouco tratado justamente por ser tão pontual. Contas costumam ser rotineiras, use o celular, calendário ou outra ferramenta para te lembrar dessas datas ou use o débito automático.

6 – Os famosos combos

Leve 3 pague 2. Você só precisava de 1, mas está na promoção. Quem nunca, né?

O importante aqui é conseguir distinguir compras supérfluas das necessárias. Aproveitar ofertas assim para produtos não-perecíveis e que você teria que comprar em um futuro próximo pode ser até positivo.

Não deixe que essa oferta vire tentação para comprar o que você não precisa e nem mesmo queria antes de ver a placa.

7 – Lanches na rua

O famoso “cafezinho”. Salgados, cafés, doces passam despercebidos no cotidiano. Facilmente entram para o time dos gastos invisíveis que corroem seu orçamento pessoal.

Sem dúvidas são uma deliciosa prática, mas procure fazer as contas de quanto você tem gastado com isso. Se surpreenda quando ver que gasta mais de R$100,00 com esse lanchinho.

8 – Passear no shopping

Esse é um mundo de gastos invisíveis. Desde as compras daquela roupa na vitrine ao estacionamento. Esses gastos na maioria das vezes é com supérfluos e tem um grande potencial de te prejudicar no final do mês.

Ter um objetivo ao ir no shopping e se ater a ele é uma excelente opção. Para aqueles com menor auto-controle, uma boa dica é ter um cartão de crédito (sem anuidade) com um limite bem baixo e usar sempre ele no shopping. Seu limite acabar é um excelente alerta.

9 – Já que vou pagar o frete…

…por que não levar aquele produto também?

Quando fazemos compras online costumamos nos deparar com os custos do frete. Tendemos a comparar o valor do frete ao valor da nossa compra o que resulta em uma falsa sensação de economia quando compramos algo mais para “diluir” o preço do frete.

Embora isso até possa fazer sentido em certas ocasiões, a verdade é que na maioria das vezes a segunda compra é algo que não precisamos necessariamente.

10 – Supermercados

Supermercados são mestres em te fazer comprar o que você não pretendia. Eles tem diversas estratégias desde ofertas até o posicionamento dos produtos no estabelecimento. Ou você achou que era coincidência aquele pacote de amendoins estar do lado das cervejas.

Ao ir no supermercado faça uma lista e se atenha a ela. Uma dica que muitos riem, mas que realmente funciona é não ir ao supermercado se você estiver com fome!

Deixe o seu comentário

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora
[newsletter_banner_html]