Afinal, o que é tesouro direto?

Por Vitor Tito

Apesar de muita gente querer investir, poucas sabem as opções que existem e acabam indo no mesmo de sempre: na poupança.

Colocar dinheiro na poupança pode ser melhor do que deixar o seu dinheiro parado na conta corrente ou debaixo do colchão, mas essa não é nem de perto a melhor opção.

Existem uma infinidade de outras opções, tanto quando falamos em investimento de renda fixa quanto em investimento de renda variável.

E uma das opções de renda fixa, e que pode ser bastante vantajosa, é o tesouro direto.

Mas afinal, o que é o tesouro direto?

O tesouro direto nada mais é do que um programa do Tesouro Nacional (que representa o conjunto dos meios financeiros disponíveis ao Estado), feito em parceria com a Bovespa e que permite pessoas físicas comprarem os chamados títulos públicos.

Os títulos públicos são “títulos” emitidos pelo governo com a finalidade de financiar a dívida pública. A forma de se financiar essa dívida é através da emissão de títulos públicos, que podem ser comprados por nós.

Tipos de títulos do tesouro direto

No geral, podemos dividir os títulos do tesouro direto em duas categorias (bem parecido com o investimento em CDB).

Uma dessas categorias engloba os títulos pré-fixados, que são os títulos onde se consegue saber já no momento da compra quanto será pago de juros no final do período da aplicação.

Alguns exemplos aqui são os Tesouro Prefixado, antigas Letras do Tesouro Nacional (LTN) e o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, conhecido anteriormente por  Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F).

A maior vantagem desse tipo de investimento é que você tem a segurança de saber o quanto vai ganhar. A desvantagem é que, se os juros da economia sobem, por exemplo, o seu investimento vai “perder” valor, já que por ser pré-fixado ele não acompanha essa variação.

Agora, na segunda categoria, temos os títulos pós-fixados. Nesse caso temos os títulos que pagam uma taxa fixa mais uma variável, o Tesouro IPCA+, as antigas NTN-B, que pagam IPCA (Inflação) mais uma taxa fixa e os que pagam 100% variável, como o Tesouro Selic, antiga LFT.

Vantagens? O seu investimento acompanha o sobe e desce da economia, e no caso do Tesouro Selic, você nunca irá perder dinheiro.

É arriscado?

Todo investimento apresenta algum tipo de risco.

Porém, no caso do investimento em tesouro direto, o risco é mínimo. Esse investimento é considerado como sendo o mais seguro do mercado, já que para você não receber o seu dinheiro, o país inteiro precisa quebrar e o Brasil, no nosso caso, precisa dar um “desfalque”.

Por fim, se você se interessou pelo assunto e quer começar a investir, basta dar uma olhadinha no site do Tesouro e seguir o passo a passo do vídeo. Um outra opção é começar a simular mais opção por aqui.

Categoria: , ,

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora