A bolsa de valores e o longo prazo

Vinícius Costa

No dia a dia, a bolsa de valores parece se comportar quase como uma montanha russa, cheia de altos e baixos. Um dia a gente está super feliz com os ganhos, parece que o céu é o limite, e no outro estamos quase arrancando os cabelos devido as perdas. Quem está com a Monetus há algum tempo já sabe que esses movimentos fazem parte da natureza especulativa do mercado no curto prazo.

Por que se fala em pensamento de longo prazo ao investir na bolsa de valores?

Como agir durante uma queda na bolsa de valores? Vale a pena fazer day trade? Ouvi uma dica muito boa, devo segui-la?

Os movimentos de curto prazo são em grande parte apenas reflexo do excesso de ruído das pessoas que estão negociando no mercado. Diariamente o preço das ações oscila com base em acontecimentos relevantes, como a divulgação dos resultados financeiros de uma empresa, a aprovação de uma nova lei, os dados de crescimento econômico do país, ou com base em acontecimentos irrelevantes, como um boato falso ou o tweet de alguma celebridade. Mas quando olhamos para o longo prazo — um horizonte de tempo de pelo menos cinco anos — a história muda. Os gráficos cheios de curva começam a dar origem a uma linha contínua, suave e crescente.

No longo prazo o que realmente importa para a bolsa de valores é o crescimento da economia e do faturamento das empresas

Dê uma olhada no gráfico abaixo que mostra a evolução do Ibovespa ao longo dos últimos 22 anos. Nesse período, o Ibovespa valorizou quase 1200%. A linha laranja mostra como o mercado segue uma tendência de crescimento no longo prazo. E quanto mais longo o prazo, melhor.

Se você acredita que a economia, as empresas e a produtividade do país tem potencial de crescer, então você não deve se preocupar com as oscilações diárias, semanais ou mesmo mensais da bolsa de valores. Foco no longo prazo!

Agora se você está sempre desconfiado em relação aos rumos da economia ou tem um foco um pouco mais de curto prazo, e por vezes fica muito ansioso com esse tipo de oscilação, o melhor mesmo é tirar tudo da bolsa de valores. Só não guarde o dinheiro embaixo do colchão, ok?

Comprar, vender ou não fazer nada?

A melhor pessoa para responder a essa pergunta é ninguém mais ninguém menos que Warren Buffett, a maior lenda do mercado de ações. Na sua carta aos acionistas de 1997, ele faz uma analogia simples para nos mostrar o que fazer em dias que parece que o mundo vai acabar.

“Teste rápido: Se você planeja comer hambúrgueres ao longo de toda a sua vida e não é um produtor de gado, você gostaria que o preço da carne aumentasse ou diminuísse? Da mesma forma, se você vai trocar de carro de tempos em tempos e não é dono de uma montadora de automóveis, você gostaria que o preço dos carros aumentasse ou diminuísse? Em ambos os casos a resposta é bem óbvia, você quer que o preço diminua.”

“Agora vamos para a pergunta final: Se você planeja investir regularmente pelos próximos cinco anos, você gostaria que o preço das ações aumentasse ou diminuísse? Muitos investidores erram essa. Apesar de eles já terem planejado comprar ações regularmente ao longo dos próximos anos, eles ficam excitados quando o preço das ações sobe e deprimidos quando o preço delas cai. É o mesmo que dizer que os investidores estão felizes pelo preço dos “hambúrgueres” que eles vão comprar em breve ter subido. Essa reação não faz nenhum sentido. Somente as pessoas que tem a intenção de vender suas ações no futuro próximo deveriam ficar felizes ao ver o preço das ações subirem. Quem tem a intenção de comprar ações deveria preferir muito mais um mercado em queda.”

Investir na bolsa de valores em queda é como fazer compras em uma loja em liquidação

Comprar ações quando o mercado está em queda é basicamente como entrar em uma loja em liquidação, é o melhor momento para um investidor inteligente aplicar. No entanto, o mercado, ao contrário da loja, não avisa quando ele está realmente em liquidação. Prever o momento certo de aplicar é quase impossível. Se eu soubesse já estaria bilionário! Assim, uma das estratégias de investimento mais inteligentes é aplicar uma quantia fixa todos os meses, pois você reduz o risco de comprar tudo na alta.

Um dos grandes benefícios de ter à sua disposição um serviço de gestão profissional, como a Monetus, é poder ficar tranquilo sabendo que você tem profissionais experientes cuidando do seu dinheiro 24 horas por dia, 7 dias por semana. Como exemplo, 2017 foi um ano marcado pela turbulência. Em apenas um dia a bolsa de valores chegou a cair 8,8% – quem lembra do efeito Joesley? Porém estas oscilações não nos impediram de entregar um retorno de 57,92% no ano, mais que o dobro do Ibovespa.

Não tente adivinhar a hora certa de entrar ou sair do mercado

Muita gente gosta de se gabar dizendo que sabe o que comprar e vender, e quando comprar ou vender. Na prática, vamos dar uma olhada no custo que resgatar os seus investimentos por impulso ou ficar tentando achar a hora certa de entrar e sair do mercado pode ter.

O gráfico abaixo, elaborado com base em dados da equipe de gestão do J.P. Morgan, ilustra o quanto uma simples decisão pode afetar bastante a sua rentabilidade. Ao avaliar o retorno histórico do S&P 500 — índice da bolsa de valores americana similar ao Ibovespa, referente às 500 empresas mais relevantes dos EUA — entre janeiro de 1995 e dezembro de 2014, eles mediram o impacto que perder os melhores dias da bolsa de valores no período teria sobre a rentabilidade de um investimento inicial de $ 10 mil.

Você pode interpretar a primeira barra do gráfico acima como: Se eu tivesse investido $ 10 mil na bolsa de valores em janeiro de 1995 e não fizesse mais nada, apenas assistisse a evolução do mercado, até dezembro de 2014, eu teria acumulado quase $ 65 mil e meu retorno anual médio seria de 9,85%.

A segunda barra pode ser interpretada como: se eu tivesse investido na bolsa de valores no período entre janeiro de 1995 e dezembro de 2014, e por alguma razão resgatei o meu dinheiro de forma a perder os 10 melhores dias da bolsa de valores nesse período, eu teria acumulado aproximadamente $ 33 mil e meu retorno anual médio seria de 6,10%.

Conclusão: Perder apenas os 10 melhores dias da bolsa de valores, em meio a quase 20 anos* de investimentos, reduziria em 50% a sua rentabilidade. Colocando em números: você teria deixado de ganhar aproximadamente $ 32 mil.

*5532 dias úteis

Esqueça a multidão e foque no seu objetivo

Uma das grandes razões pela quais a gente não ouve falar muito sobre investir pensando no longo prazo é porque pode parecer meio chato. Muitas vezes queremos ver resultados muito rapidamente. Além disso, a mídia ganha muito com publicidade ao nos fazer entrar em pânico com oscilações do mercado ou nos frustrar por não estarmos surfando numa possível onda positiva do mercado. Lembrando que muitas vezes isso se baseia em análises superficiais.

Um outro ponto é que grandes instituições financeiras lucram muito com taxas e comissões quando fazemos algum movimento de compra ou venda de ativos. É do interesse deles fazer com que movimentemos nosso dinheiro o máximo possível! As únicas pessoas que, na média, não lucram com isso são os próprios investidores, afinal ninguém consegue prever o futuro.

Paciência e disciplina são as palavras de ordem ao investir na bolsa de valores

Na Monetus acreditamos em investir com uma visão de longo prazo. Quando um cliente me pergunta se ele deve investir em ações o conselho é sempre o mesmo: “Se você tem um objetivo de longo prazo, de pelo menos cinco anos, e se sabe que podem haver algumas turbulências no caminho e consegue manter a calma durante elas, invista. O importante é seguir com o seu planejamento respeitando sempre o prazo do objetivo e o seu perfil de investidor.”

Nosso fundo de ações, o Monetus FIA, tem uma sólida base fundamentalista e procura investir em empresas com alto potencial de valorização no médio e longo prazo. A solidez e diversidade das empresas que compõem a nossa carteira nos deixa muito bem posicionados para aproveitar os bons momentos do mercado, e seguros para resistir a eventuais turbulências. É como estar a bordo de um avião rumo ao destino dos seus sonhos: você sabe que o avião é a forma mais rápida de chegar lá, haverá turbulências, mas o importante é que o piloto saiba o que está fazendo e que o avião seja seguro. E se as condições estiverem boas, é só aproveitar a paisagem.

Se você investir regularmente, mantiver o seu portfólio balanceado e seguir o seu perfil de investidor, é bem provável que a sua viagem seja sensacional. Seguir com o planejamento não é nada fácil, mas os benefícios do final da jornada podem ser enormes. E a gente está aqui para te acompanhar nela, porque investir é uma jornada que é muito melhor quando bem acompanhada.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário