CDB ou Tesouro Direto: onde devo investir?

Vitor Tito
                 

Escolher entre o CDB ou Tesouro Direto pode ser uma tarefa relativamente complicada a princípio, mas fique tranquilo, depois de ler este texto será bem fácil decidir.

Isso porque o investimento em CDB e Tesouro Direto tem algumas variáveis, como prazo, taxa e período de carência.

Portanto, decidir investir em CDB ou Tesouro Direto depende de dois pontos principais: tempo e dinheiro.

Tenho dinheiro x Não tenho dinheiro

Investir em CDB ou em Tesouro Direto depende bastante dessa premissa. Isso porque o CDB varia os seus retornos também em função da quantidade de dinheiro a ser investidas.

Os CDBs que geralmente possuem boa rentabilidade normalmente requerem investimentos de cerca de R$ 20 mil a R$ 30 mil reais, pelo menos.

Mas se você tem esse dinheiro é possível que você ganhe retornos de até cerca de 120% do CDI, o que com o CDI de 13,88% a.a., equivale a 16,66% a.a..

Vale lembrar aqui que existem CDBs e Títulos do Tesouro pré e pós fixados.

Como a expectativa é de que o país mantenha a taxa básica de juros da economia (Selic) estável ou até diminua um pouco, podemos dizer que, nesse caso os investimentos pré-fixados podem se sair melhor que os pós fixados.

Curto Prazo x Longo Prazo

Quando falamos de um investimento de curto prazo, geralmente falamos de um investimento que possui um período de carência ou de pagamento de cerca de 12 meses (ou 365 dias) no máximo. Pelo menos é assim que o nosso governo o classifica.

Investimentos de longo prazo são aqueles, seguindo a mesma lógica, que possuem um período de carência de mais de 12 meses.

Mas por que falar disso? Porque esse também é uma variável importante na hora de se escolher.

Enquanto que os investimentos em CDB com boa rentabilidade tendem a ter uma carência maior, os investimentos em Tesouro Direto costumam ter liquidez diária.

Isso não quer dizer que os investimentos em CDB não possam ter liquidez diária. Porém, nesse caso, o valor pago com base na CDI tendem a ter retornos mais baixos, na casa dos 90% da CDI.

Quando falamos de investimentos em CDB ou em Tesouro Direto, como ambos são considerados investimentos de renda fixa, temos o imposto de renda incidindo sobre os dois.

Então, nesse ponto específico, os dois são exatamente iguais: pagam IOF (nos primeiro 30 dias) e IR, que varia de acordo com o prazo do investimento.

É preciso prestar atenção no seu objetivo e entender qual é o dinheiro que você tem disponível e o prazo que você precisa utilizar aquele dinheiro.

Tendo tempo e dinheiro, é possível encontrar alguns CDBs bem vantajosos no mercado, que, como eu disse anteriormente, podem pagar cerca de 120% do CDI.

Por fim, se você não quiser se limitar apenas a esses dois tipos de investimentos, sugiro que você dê uma olhadinha no nosso simulador para saber qual é o seu perfil e quanto consegue ganhar.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário