Fechar
Icone para fechar banner

E aí, qual é o seu sonho?

Novo apartamento, viagem pelo mundo, ou seu primeiro milhão Converse com um de nossos consultores financeiros e descubra como conquistar seu sonho!

Onde investir para a aposentadoria? Conheça boas opções!

Teles Nascimento
            investimentos para aposentadoria

Com a grande disseminação de conhecimento nos tempos atuais, é possível observar que o número de pessoas procurando investimentos para a aposentadoria aumentou.

O que nos remete a um bom sinal, pois significa que a população está criando o hábito de se planejar para o futuro.

No entanto, muitas pessoas ainda se perguntam se é possível investir com pouco dinheiro.

Sabendo disso, neste artigo, vamos mostrar boas opções para investir para a aposentadoria, seja com muito ou pouco dinheiro.

Vamos lá?

Onde investir para a aposentadoria?

Os investimentos para a aposentadoria devem ter algumas características bastante específicas. São elas:

  • Segurança;
  • Rentabilidade;
  • Foco no longo prazo.

De maneira simples, as melhores aplicações para a aposentadoria devem concentrar esses três atributos, e podemos encontrá-los em investimentos de renda fixa.

Investimentos de renda fixa

Ao aplicar em ativos de renda fixa você conhece sua rentabilidade no momento do aporte e ainda garante um alto nível de segurança.

CDB

O CDB (Certificado de Depósito bancário) é um título de instituições financeiras, ou bancos, emitidos com o intuito de captar recursos.

Ou seja, você empresta dinheiro à instituição e, em troca disso, ela devolve seu dinheiro acrescido de juros.

Existem basicamente três tipos de CDB: prefixado, pós-fixado e híbrido.

Quando o CDB possui uma taxa prefixada significa que você irá receber um valor fixo pelo valor emprestado. Por exemplo: 8% ao ano de rentabilidade sobre a quantia investida.

Os pós-fixados estão atrelados a algum tipo de índice, então, o valor irá variar conforme esse índice subir ou descer.

Os híbridos juntam os 2 tipos anteriores, ou seja, você ´irá receber um valor fixo menor que o prefixado, porém também será acrescido de um valor pós-fixado atrelado a um índice. Por exemplo: será pago 4% ao ano + 80% do IPCA.

O CDB é uma das melhores opções de investimentos para aposentadoria pelo grande número de opções de rentabilidade que oferece

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliário e as Letras de Crédito do Agronegócio (respectivamente LCI e LCA) são basicamente investimentos de renda fixa que investem em determinado setor.

No momento de aquisição de uma LCI ou LCA, você está comprando um título que tem como garantia o banco emissor.

Ou seja, o dinheiro que é captado dessas letras só pode ser utilizado para determinado fim.

No caso das LCIs, o dinheiro é utilizado para o financiamento de construção e financiamento de casa própria. No caso das LCAs, créditos agrícolas.

Basicamente, você está emprestando dinheiro para que o banco financie essas atividades, estimulando o agronegócio e o setor imobiliário.

Além disso, são extremamente vantajosos, pois possuem benefício fiscal. Sendo assim, não é cobrado imposto de renda para investidores pessoa física.

Fundos de Investimento Imobiliário

Os FIIs ou Fundos de Investimento Imobiliário são basicamente fundos que investem especificamente no setor imobiliário.

Em síntese os FIIs funcionam como um aluguel, onde você “empresta” o dinheiro para um Fundo de Investimento e ele investe em imóveis, além de centros de distribuição.

Em seguida, os FIIs te remuneram com um juros pelo valor que você “emprestou”. Esses juros geralmente são pagos mensalmente. Dessa forma, funciona como um aluguel que você está recebendo todo mês.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma plataforma para compra de títulos da dívida pública.

Em síntese, o tesouro direto foi criado para que pessoas comuns pudessem investir em títulos da dívida pública federal.

Ou seja você “empresta” dinheiro para o governo e esse te paga determinada porcentagem de juros pelo seu dinheiro.

O Tesouro Direto possui títulos de três categorias:

  • Títulos prefixados;
  • Indexados à taxa Selic (taxa básica de juros da economia);
  • Indexados à inflação.

Tais títulos possuem diversos prazos de vencimento e a possibilidade de vendê-los a qualquer momento que desejar.

Dicas para uma boa aposentadoria

Tenha uma reserva financeira

Uma reserva de emergência funciona como uma válvula de escape para imprevistos. É necessário que você comece a guardar uma parte do seu salário para criar uma.

Especialistas recomendam que você guarde de 20 a 30% do seu salário e que consiga juntar em torno de 3 a 6 salários como reserva de emergência.

Para que, no momento em que ocorrer algum problema você não se desfaça de seus investimentos, mas sim, utilize a reserva financeira para cobrir as despesas.

Cuide da sua saúde mental e física

Além de saúde financeira, também é necessário ter saúde mental e física para se ter uma boa aposentadoria.

Se possível, pratique exercícios físicos, para que na sua aposentadoria, além de desfrutar de uma boa quantia de dinheiro, desfrute também de saúde.

Organize as finanças e evite dívidas

Saber controlar as finanças é um passo essencial para evitar dívidas e se ter uma boa aposentadoria.

Um cartão com limite alto poderá te salvar em muitos casos, por exemplo, mas pode acabar comprometendo sua renda. Portanto, utilize-o com sabedoria e não o deixe se tornar uma dívida, mas um benefício.

Importância de investir a longo prazo

Após fazer sua reserva de emergência, tenha foco no longo prazo.

O longo prazo é uma ferramenta essencial quando falamos de investimentos.

Afinal, é necessário que os juros compostos rentabilizem por alguns anos para conseguir ter um bom dinheiro para a aposentadoria.

Deixe o seu comentário

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora
[newsletter_banner_html]