O que são fundos de investimentos?

Vitor Tito

Apesar de muita gente não saber, investir em fundos de investimentos é uma forma de investimento cada vez mais comum no Brasil. Em 2016, mais de 3 trilhões estavam aplicados em fundos.

Mas afinal, o que são fundos de investimentos?

Eles são uma espécie de clube onde você compra cotas (nesse caso você seria um cotista do fundo) para poder usufruir das vantagens desse clube (nesse caso, retorno financeiro).

O fundo é gerenciado por um gestor profissional membro de uma gestora de investimentos que fará a análise de mercado e será responsável por gerir aquele fundo, com o objetivo de maximizar o retorno do fundo, consequentemente o retorno dos investidores (ou cotistas).

Os fundos de investimentos são todos iguais?

Não, existem vários tipos de fundos de investimentos e eles geralmente possuem regras pré estabelecidas. Assim como um cotista de um clube que precisa aceitar as regras que já foram colocadas pela administração atual, todo novo cotista de um fundo de investimento precisa estar atento às regras e ter consciência de que é ali mesmo que ele deseja investir o seu dinheiro antes de entrar.

Essas regras geralmente envolvem custos de manutenção, limite de perda, momento de compra e venda de títulos, alavancagem, etc.

Além disso, existem 4 tipos mais comuns de fundos: os fundos de renda fixa, os fundos de ações, os fundos multimercado e os fundos cambiais.

Quando falamos de fundos de renda fixa, estamos falando de fundos que investimento a grande parte do dinheiro em investimentos de renda fixa, como LCI, LCA, CDB e outros. Já os fundos de ações costumam investir a grande parte do dinheiro do fundo em ações na bolsa de valores.

Os fundos multimercado, como o próprio nome diz, são os fundos com maior diversificação. Geralmente eles investem em câmbio, ações, títulos, entre outros. Esse fundo é ideal para quem procura diversificar os seus investimentos.

Por fim, os fundos cambiais possuem pelo menos 80% da sua carteira diretamente relacionada à variação do câmbio (pode ser dólar, euro ou outra moeda).

Quais as vantagens dos fundos de investimentos?

As vantagens dos fundos de investimento são a possibilidade de ter uma carteira diversificada mesmo investindo pequenas quantias e a gestão ser feita por um profissional.

Na questão do risco, cada fundo tem um perfil de risco especifico, que depende da categoria, renda fixa, ações, e depende de como ele é gerido, pois há fundos na mesma categoria muito mais arriscado que outro.

Além disso, geralmente, os fundos de renda fixa têm taxas mais baixas que os fundos de ações. Porém, isso não quer dizer nada. Enquanto os fundos de renda fixa são mais conservadores e  te dão um retorno razoável, os fundos de ações podem tendem a ter retornos maiores que podem compensar, em muito, as taxas pagas.

Características

Além de possuir as famosas taxas de administração, os ganhos acima da média podem estar condicionados ao pagamento de taxa de performance.

No caso de um fundo que tem um desempenho acima da média de mercado, dependendo das suas regras, o seu gestor pode acabar abocanhando parte desse resultado sob a forma da taxa de performance. Essa taxa é bem interessante, pois alinha o interesse do gestor com o do cotista, pois o cotista sempre quer ganhar mais, e a taxa de performance estimula o gestor a buscar maiores ganhos.

Por fim, caso você decida investir em um fundo de renda variável, como fundos de ações, é importante que você tenha consciência de que está tomando riscos variáveis, então esteja preparado para altos e baixos.

Caso você ainda não tenha certeza de quanto quer investir e qual é o seu perfil, confira este simulador para entender melhor aonde você quer chegar.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário