Perfil Agressivo: Características e tipos de investimentos

Letícia Contrucci

Teste para definir se você tem um perfil agressivo é, realmente, certeiro?

Você já se perguntou porque estes testes de personalidade da internet viralizam tão rápido? Isso ocorre porque as pessoas gostam de pertencer a um conjunto. Esse comportamento social facilita na tomada de decisões.

No mundo dos investimentos não é muito diferente. Se você é um investidor iniciantes ou quer estudar e conhecer mais sobre o assunto visite nossa Escola de Investimentos.

Saber que existem outras pessoas com características próximas às suas e que tiveram êxito agindo de determinada forma traz uma segurança de que o mesmo pode acontecer com você.

Não é a toa que tantos sites disponibilizam um questionário para descobrir qual é o seu perfil de investidor. Mas, da mesma forma que os teste de personalidade, o resultado pode ser um tanto superficial.

Afinal, uma pessoa pode ter comportamentos diferentes em cada fase da vida e mudar de opinião devido a algum fator interno ou externo. Mas, a ideia dos testes – e da classificação de perfis de investidores – é minimizar os riscos de frustração com o tipo de investimento escolhido.

Investir não deve ser algo que lhe tire o sono. Se as oscilações financeiras lhe colocam em desespero então, muito provavelmente, os investimentos de perfil agressivo não atenderão às suas expectativas.

Mas, afinal de contas o que é ter um perfil agressivo?

Sobre o perfil agressivo

Os perfis de investidores são separados em três grupos principais: conservadores, moderados e agressivos (ou dinâmicos). E, de forma resumida, eles são diferenciados segundo a tolerância ao risco.

Todos os investimentos possuem riscos! O que existe é investimento com baixo risco, afinal toda instituição está sujeita a ameaças políticas e econômicas. Devido a solidez de algumas, como o Tesouro Nacional, por exemplo, esse risco é considerado muito pequeno.

Os riscos atrelados ao investimento podem ser inúmeros, vamos a alguns exemplos:

  • Rendimento negativo durante um período;
  • Baixa liquidez;
  • Concentração de capital;
  • Instabilidade politica;
  • Instabilidade financeira.

Entretanto, algumas pessoas acreditam que o perfil agressivo é voltado apenas para aqueles que não têm medo de perder dinheiro. Sinceramente, existe alguém que realmente não tem medo de ver o seu capital diminuir?

Por isso que, para escolher o investimento condizente com o seu perfil agressivo, é necessário compreender a sua faixa etária, contexto pessoal, comportamento, aporte de capital e, claro, a tolerância ao risco. Ou seja, é um conjunto de características que sustenta a escolha do melhor investimento para cada um.

Características do perfil agressivo

Normalmente, os investidores de perfil agressivo são pessoas mais jovens, que pretendem usar o investimento como forma de renda. Mas, ser jovem não quer dizer ser imaturo ou inexperiente. Afinal, independente do aporte financeiro ninguém investe sem estudar e pesquisar muito antes, não é mesmo?

Para entender melhor esse perfil vamos às questões mais frequentes dos testes de classificação do investidor dinâmico.

  • Prazo de investimento

Normalmente, o investidor de perfil agressivo quer aumentar seu patrimônio consideravelmente a longo prazo. Ou seja, ele não precisa de investimentos com alta liquidez. O intervalo médio é de 3 a 5 anos.

  • Faixa etária

Poucas pessoas pensam que a idade pode ser um fator característico do perfil. Mas, os investidores com perfil dinâmico são, em sua maioria, jovens, abaixo dos 25 anos de idade. Vale ressaltar que este não é um fator determinante e sim recorrente.

  • Expectativa de retorno

As expectativas de retorno do investidor agressivo costumam ser altas. Ele não quer apenas cobrir a inflação ou deixar o seu capital guardado em uma caderneta de poupança. Para conseguir atingir seus objetivos os investimento devem apresentar altas taxas e retornos substancias.

  • Tolerância a riscos

Se você é aquele investidor que corre resgatar o dinheiro na primeira queda, com toda certeza, este não é o seu perfil. Afinal, risco e rendimento são diretamente proporcionais. Ou seja, quanto maior o rendimento esperado, normalmente, maior será o risco atrelado a ele.

  • Já faz algum outro tipo de investimento

Essa é uma questão natural de qualquer teste de perfil. Afinal, sua experiencia prática no assunto pode fornecer melhor preparo para lidar com a instabilidade de investimentos mais dinâmicos. Mas, assim como a faixa etária, este também não é um fator determinante.

Afinal, todo investidor com perfil agressivo começou sem experiencia, certo?

  • Conhecimento

A ideia de que o investidor arrojado, ou agressivo, se comporta de forma impetuosa é uma falácia. Afinal, irresponsabilidade nada tem a ver com agressividade no mundo dos investimentos.

E nem poderia, seja qual for o seu perfil é necessário que você tenha bastante conhecimento, prático e teórico no assunto ou algum acompanhamento profissional.

Como você tolera os riscos?

Depois de ser apresentado às principais características do perfil agressivo você ainda ficou com duvidas? Tudo bem, isso é bastante natural.

Se você já leu um pouco a respeito de investimentos, deve ter notado que o risco é um dos fatores com maior peso na seleção do investimento correto. Apesar de não ser o único.

Mas, se você precisa tirar a prova se realmente é um investidor dinâmico imagine essa cena:

Você colocou 60% do seu capital em investimentos de renda variável, e no terceiro ano os rendimentos caíram em 30%. O que você faria?

Perderia uma noite de sono e na manhã seguinte resgataria o dinheiro deste investimento?

Se a sua resposta for um sonoro SIM, então a sua tolerância para riscos não é muito alta. Afinal, este investimento pode sofrer uma queda brusca e no ano seguinte uma ascensão bastante vertiginosa.

Mas, como o seu perfil não é dinâmico você não terá tempo de descobrir. E muito provavelmente achará que o mercado de investimentos não é para você. Por isso que não existe o investimento certo e sim o que pode lhe deixar mais próximo dos seus objetivos.

Quais são os seus objetivos financeiros?

Chegamos, portanto, em uma das questões que podem tornar a sua vida de investidor mais triste ou mais feliz. Poucos questionários perguntam qual é exatamente o objetivo do cliente.

Ter rentabilidade positiva ao final do contrato?

Bom, conservadores, moderados e agressivos esperam que o retorno seja positivo, independente da trajetória ou do prazo do investimento. A questão que deve ser analisada é: por que você quer investir?

  • Comprar um carro;
  • Viver de renda;
  • Viagem;
  • Estudos;
  • Complementar a renda;
  • Aposentadoria
  • Pagar despesas.

Traçar um objetivo especifico para o rendimento de cada investimento vai fazer com que os resultados possam atender às suas expectativas.

Por exemplo, se o seu objetivo é comprar um imóvel, muito provavelmente investir em títulos conservadores será frustrante. Afinal, o tempo para que o rendimento atinja o valor esperado será inviável. Da mesma forma que aplicar em ações, para complementar a renda é uma estratégia extremamente falha.

Investimentos para perfil agressivo

Bom, mas então como encontrar o investimento ideal para o seu perfil agressivo?

Hoje, existe uma infinidade de investimentos compatíveis com pessoas que tem alta tolerância a riscos e expectativas de grandes rendimentos. Com estudo financeiro e o acompanhamento de um profissional você pode chegar ao tipo de investimento ideal para as suas necessidades atuais.

O primeiro passo é conhecer alguns dos investimentos com perfil agressivo que existem no mercado.

Investimentos recomendados

O ideal para maximizar o rendimento e minimizar riscos é construir uma carteira de investimentos mais diversificada. Você pode dividir o seu capital entre investimentos de alto e baixo risco. Afinal, quanto menos concentrado estiver o seu dinheiro melhor.

As ações costumam ser o tipo de investimento de perfil agressivo mais utilizado, desde ações de empresas sólidas e nacionais a startups internacionais. Quanto menor e menos popular a empresa mais atrativas costumam ser as taxas.

Investir em ações é você tomar para si parte daquela empresa. Portanto, tanto os lucros quanto os dividendos serão divididos entre os “sócios”.

Investimentos com taxas pós-fixadas também atraem bastante o investidor de perfil agressivo. Principalmente se a tendência do mercado é de alta na taxa básica de juros. Afinal, neste tipo de investimento seu rendimento será o reflexo do andamento da economia.

Existem, também, alguns investimentos taxados de conservadores mas que podem se tornar mais agressivos, dependendo do capital investido, prazo e momento econômico.

Como é o caso do debêntures, por exemplo. Emprestar dinheiro para uma empresa sólida como a Nestlé, por exemplo, é um investimento conservador ou moderado. Mas se você emprestar dinheiro para uma startup promissora o cenário muda completamente.

Ou seja, você é quem norteia se a sua carteira de investimentos será agressiva. E existe um mundo de investimentos com altas taxas esperando para que você se arrisque mais. Mas lembre-se de fazer isso com responsabilidade e bastante respaldo prático e teórico.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário