Quais são os tipos de ações que existem?

Vitor Tito

Entrar no mercado de ações requer uma série de cuidados. Para comprar os papéis, o investidor precisa encontrar uma empresa de confiança, definir o capital a ser aplicado, conscientizar-se dos riscos e também conhecer os tipos de ações existentes para escolher a mais segura ou mais adequada a seus objetivos.

Além disso, o acionista pode ter mais ou menos direitos, visar segurança e alta liquidez ou ainda possuir direito a voto em assembleias — entre outras características das aquisições.

Então, para entender melhor o assunto, continue lendo este artigo e veja quais são as principais emissões do mercado acionário e como elas funcionam para os compradores.

Blue chips

Entre todos os tipos de ações, esses papéis são os mais famosos das bolsas de valores, por serem considerados de primeira linha, sempre de companhias grandes e com tradição nesse mercado — como da Petrobras, por exemplo.

E, além dos ganhos possíveis diretamente com as ações, os compradores também recebem bônus e dividendos dos lucros empresariais.

Por todos esses os motivos, as blue chips são, geralmente, as mais caras e movimentadas em qualquer pregão. Porém, vale ressaltar que, mesmo com toda a positividade inerente a esses papéis, eles não estão imunes a riscos e grande desvalorização por uma eventual queda brusca de uma bolsa.

Small Caps

São as ações de companhias menores e que normalmente tem um menor volume de negociação de ações por dia. Por ser menores e normalmente analisada por um pequeno numero de pessoas, algumas small caps apresentam grande potencial de valorização.

Ações preferenciais

Esse nome diz respeito à preferência que os compradores têm no recebimento de dividendos, reembolso de capital e crédito na repartição de patrimônio em caso de liquidação da companhia que vende as ações. A preferência é relacionada aos detentores de ações ordinárias — das quais falaremos a seguir.

Por outro lado, os acionistas dessa modalidade não costumam ter direito a voto em assembleias. Mas, na hipótese de eles não receberem ao menos dividendos mínimos por um período de três anos consecutivos, os acionistas passam a ter direitos de voto.

Ações ordinárias

Financeiramente, acionistas ordinários têm os mesmos direitos que os preferenciais — mas ficam em segundo plano, como vimos acima. Porém, os compradores ordinários têm sempre o direito a voto. Nesse caso, cada ação possuída dá direito a um voto em assembleia.

Ou seja, trata-se de papéis mais decisivos no sentido dos negócios.

Enfim, antes de investir capital na bolsa de valores esperando ganhar muito dinheiro, é preciso analisar quais tipos de ações são colocadas no mercado pelas empresas pretendidas. Depois, deve-se analisar as diretrizes de posse dos papéis, para que não haja surpresas, e relacionar todos esses aspectos com os objetivos pelos quais o investimento está sendo feito, e com o tempo esperado de retorno.

Aprenda mais sobre as vantagens e desvantagens em investir na bolsa de valores.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário