Restituição do Imposto de Renda 2018: calendário e onde investir

Luciana Pimenta
                 

A restituição do Imposto de Renda é um dos assuntos que mais fazem a cabeça dos brasileiros quando o tema é economia. Mas você sabe exatamente como o pagamento funciona?

Quando o contribuinte envia sua declaração, já é informado sobre o valor que vai receber e a restituição acontece até o fim do ano.

Nesse artigo, você vai conhecer o calendário de restituição do Imposto de Renda 2018 e conferir dicas importantes para investir esse dinheiro e multiplicar os seus recursos.

Entenda como funciona a restituição do Imposto de Renda

Embora seja pauta em rodas de conversa de vários brasileiros, a restituição do Imposto de Renda ainda é um assunto que gera muitas dúvidas.

Mas, afinal, quem tem direito a receber?

A restituição é paga para os trabalhadores que pagaram imposto a mais, ao longo do ano anterior.

Quem tem direito a receber a restituição?

A restituição de IR funciona assim: durante o ano, o cidadão paga uma série de impostos, descontados automaticamente do salário. Se ele paga despesas como médico, escola e tem muitos dependentes, pode lançar isso na sua declaração, como forma de dedução.

Se o programa constatar que o volume de impostos pagos for maior do que aquele devido, o contribuinte tem direito a receber a restituição.

O que pode ser deduzido do Imposto de Renda?

Quer aproveitar os benefícios da restituição de Imposto de Renda, mas ainda não sabe o que pode ser deduzido na sua declaração?

Veja quais despesas podem ser abatidas:

Educação

Gastos com educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino superior (graduação e pós-graduação) e educação profissional (técnico e tecnólogo).

Gastos com saúde

Planos de saúde, consultas particulares, cirurgias – sem limite máximo de gastos a declarar.

Pagamentos efetuados

Declare pagamentos adicionais, como a coparticipação cobrada em algumas modalidades de planos de saúde. Se a empresa de saúde te fizer algum reembolso, a operação também precisa ser lançada na declaração.

Pensão alimentícia

O pagamento de pensão alimentícia também pode ser deduzido, desde que ocorra por decisão judicial ou em casos de acordo homologado judicialmente ou por escritura pública. Já para quem recebe, há tributação do imposto.

Previdência

Tanto a previdência oficial quanto a privada podem ser abatidas na declaração. No caso da previdência oficial, o lançamento é válido para trabalhadores autônomos que pagam o INSS do próprio bolso, ou quando pagam para dependentes, com dedução integral do valor.

Já a previdência privada pode ser deduzida para todos os contribuintes, em até 12% da renda tributável. O abatimento é válido para a previdência PGBL. Na versão VGBL não há essa opção.

Saiba mais informações sobre a previdência e como ela pode ser descontada do seu IR.

Declaração de dependentes

A declaração de dependentes é outro item que reduz o pagamento de Imposto de Renda. O contribuinte pode deduzir R$ 2.275,08 por dependente declarado.

Gastos com aparelhos ortopédicos

Aparelhos ortopédicos, pernas e braços mecânicos, próteses, andadores ortopédicos, cadeiras de rodas, palminhas e calçados ortopédicos. Esses e outros aparelhos voltados à correção de desvios na coluna ou problemas articulares e dos membros podem ser deduzidos do IR.

Empregado doméstico

O contribuinte podia lançar 1 empregado por CPF, com dedução de R$1.093,77.

Doações

As doações destinadas a fundos municipais, estaduais e nacionais dão direito a abatimento de até 6% do imposto. Para ter certeza que a instituição escolhida se enquadra nos pré-requisitos, consulte o site da Receita Federal.

Calendário de pagamento da restituição do imposto de renda 2018

O prazo para declaração encerrou em 30 de abril e agora os contribuintes estão aguardando o pagamento da restituição.

O pagamento está sendo feito entre os meses de junho e dezembro, em sete lotes. Confira, abaixo, o calendário de pagamento da restituição do Imposto de Renda 2018.

  • 1º lote: 15/06/2018
  • 2º lote: 16/07/2018
  • 3º lote: 15/08/2018
  • 4º lote: 17/09/2018
  • 5º lote: 15/10/2018
  • 6º lote: 16/11/2018
  • 7º lote: 17/12/2018

Quem recebe a restituição primeiro?

Idosos, deficientes físicos e professores são os primeiros a receber a restituição do Imposto de Renda. Quem declara com antecedência também recebe antes.

Se você ainda não recebeu, verifique as datas de liberação no site da Receita Federal.

Como investir a restituição do Imposto de Renda 2018?

Muita gente usa a restituição do Imposto de Renda para cobrir algumas despesas, comprar alguma coisa para si mesmo ou até fazer uma viagem.

Claro, cada um gasta o dinheiro da forma que achar melhor, mas esta pode ser uma excelente oportunidade de começar a investir.

Se a sua vida financeira está resolvida, apresentamos algumas opções de investimento que podem mudar o destino do seu dinheiro.

Veja as principais opções de investimento para sua restituição:

Tesouro Selic

Para quem recebe até R$ 5 mil de restituição, o Tesouro Selic é uma excelente opção. É um investimento que paga mais do que a poupança, é o investimento mais seguro do mercado (garantido pelo Governo) e ainda é isento de Imposto de Renda.

CDB e RDC

O Certificado de Depósitos Bancários (CDB) e o Recibo de Depósito Cooperativista (RDC) são investimentos semelhantes. A diferença é que o primeiro é oferecido em bancos e o segundo em cooperativas de crédito.

Cada instituição paga um valor de juros, dependendo da modalidade e do período de investimento.

É uma boa opção para quem precisa de dinheiro com liquidez e não exige conhecimentos muito aprofundados em economia.

A única ressalva é que essa aplicação tem incidência de IR, o que impacta diretamente os rendimentos.

Carteira diversificada de investimentos

Quem receber um pouco mais e não precisar do dinheiro a curto prazo pode diversificar a carteira de investimentos, distribuindo os recursos em diferentes modalidades disponibilizadas nas instituições financeiras.

Estude bem o mercado e componha sua carteira misturando títulos mais seguros, mais de menor rentabilidade, e papeis altamente rentáveis, mas de maior risco.

Para saber o melhor caminho para investir o seu dinheiro, conte com a Monetus. Somos uma gestora digital moderna, prática e segura e te ajudamos a fazer aplicações alinhadas às suas expectativas.

Se ainda tem dúvidas sobre o melhor jeito de investir, leia nosso artigo comparando corretoras e bancos e esclareça todas as questões sobre o assunto.

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário