Monetus 1 ano: Sobre tecnologia, marés e determinação

Vinícius Costa
                 

Rumo ao digital

Vou voltar um pouco no tempo, mais precisamente 2012, para contar um pouco mais da jornada de construção da Monetus. Naquela época, éramos apenas mais uma gestora de recursos independente, exclusiva para clientes de alto patrimônio, padrão clássico: nos reuníamos pessoalmente com o cliente, entendíamos os objetivos dele e apresentávamos um portfólio de investimentos sob medida. Até aí, tudo ótimo, exceto pelo único problema: “exclusiva para clientes de alto patrimônio”.

Trabalhando no mercado financeiro, todos os dias conversávamos com vários amigos que nos pediam dicas sobre como investir melhor, mas que, no final, mesmo com todas as dicas, acabavam não tendo tempo, disposição ou recursos para colocar nossos conselhos em prática. Como éramos um serviço dedicado a atender clientes de alto patrimônio — afinal, é bem difícil manter uma estrutura física para atender clientes de todas as faixas —, ao reencontrar nossos amigos, tínhamos que ouvir: “Valeu pela dica, mas não consegui abrir conta na corretora, aí deixei pra lá” ou “Tinha um monte de letras, CDB, LCI, LFT e um tal de CDI, muito complicado”. Isso nos incomodava muito.

Acelerando no tempo, em 2016, nos chamou atenção o modelo de duas grandes empresas que estavam mudando completamente o mercado financeiro americano: a Betterment e a Wealthfront. Essas empresas utilizavam a tecnologia para gerir bilhões de dólares por um custo extremamente baixo e com um investimento inicial acessível para a maioria das pessoas. Inspirados por elas, no fim de 2016, viramos a chave para o mundo digital. A Monetus se tornou então a primeira gestora de recursos do país a oferecer uma gestão ativa acessível e de baixo custo para todos.

Contra a maré

Como o co-fundador do Airbnb, Brian Chesky, diz: “O maior inimigo de uma startup é a sua própria confiança e determinação. Por um longo tempo nos disseram que éramos horríveis. Depois nos disseram que éramos incríveis.” O Daniel já falou um pouco sobre a nossa jornada este ano e dos desafios que enfrentamos, recomendo a leitura! Na Monetus, escolhemos remar contra a maré duas vezes.

A primeira, indo contra o mercado financeiro tradicional, com a gente você começa a investir a partir de R$ 100 e obtém retornos muito superiores aos da poupança ou dos “investimentos” oferecidos pelos grandes bancos. A segunda vez foi contra a própria onda de inovação da qual estávamos participando: escolhemos entregar o maior retorno possível para nossos clientes ao fazer uma gestão ativa, algo antes restrito apenas a clientes de alto patrimônio. Remar contra a maré uma vez dá trabalho, duas vezes, então, nem se diga. No entanto, o que importa no final é o resultado, não é mesmo?

A tal da determinação

Se você concorda que o resultado importa, acho que vai ficar muito feliz com os nossos, principalmente se você já for nosso cliente, afinal, o resultado também é seu.

Com um serviço de investimentos 100% digital, neste ano a Monetus:

Tudo isso é só o começo! Estamos passando por uma verdadeira revolução no mercado financeiro brasileiro. Fintechs como o Nubank e o Banco Neon já mostraram como é possível sim focar no cliente e obter bons retornos e nós estamos nos juntando a esse grupo. Temos coisas incríveis projetadas para 2018 e estamos expandindo nossa equipe para fazer seu dinheiro render ainda mais e garantir um atendimento excepcional para você. Que as suas ambições para 2018 sejam tão grandes quanto as nossas!

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora

Deixe o seu comentário