Tipos de investimento: tudo o que você precisa saber!

Luiza Andrade

Medo, desconfiança, receio: estes podem ser alguns dos sentimentos frequentes em investidores que estão iniciando ou pretendem iniciar seus investimentos. A primeira vista, tantos nomes, siglas e informações confusas auxiliam nisso. Porém, conhecendo e se informando sobre este novo mundo, você perceberá que existem diversas possibilidades rentáveis e seguras para você. Para isso, vamos explicar quais os principais tipos de investimento que você deve conhecer e suas características básicas. Continue lendo!

Tipos de investimentos oferecidos pelos bancos

Começaremos por um tipo de investimento oferecidos pelas instituições bancárias. É importante ressaltar que nem todos os bancos oferecem estes investimentos, valendo a pena consultar sobre sua disponibilidade.

Além disso, muitas vezes os investimentos oferecidos pelos bancos podem são considerados os de mais fácil acesso, tendo em vista a grande quantidade destas instituições. De modo geral, estes tipos de investimentos apresentam boa rentabilidade e relativa segurança. Vamos, então, listar alguns desses investimentos:

  1. CDB:  O Certificado de Depósitos Bancário se trata de um investimento bastante seguro. Isso é afirmado, pois sua renda é fixa (pré ou pós fixada) e o Fundo Garantidor de crédito (FGC) garantem perdas de até R$ 250.00,00. Ele funciona da seguinte maneira: você empresta dinheiro para o banco e ele devolve com juros o que pegou emprestado. Como desvantagem, há cobrança de imposto de renda (IR).
  2. LCI e LCA: Letras de Crédito Imobiliário e do agronegócio, respectivamente,  chamam bastante atenção, não havendo cobrança de IR e IOF. Estes dois tipos de investimento são emitidos com o objetivo de financiar empreendimentos imobiliários.
  3. RDB: Recibo de depósito bancário apresenta características quase idênticas ao CDB. Porém, ao contrário do CDB, é intransferível e inegociável.

Tipos de investimentos oferecidos pelo governo

Esses tipos de investimento, também chamados de títulos públicos, apesar de serem tributados pelo IR, também apresentam boa rentabilidade, podendo ser pós ou pré fixados.  Neste caso, pela quantidade de investimentos possíveis, daremos uma ideia geral. Eles funcionam na seguinte lógica: o Tesouro Nacional os emite para financiar dívidas públicas nacionais.

Justamente pela diversidade, estes investimentos podem agradar diversos tipos de investidores. Boa previsibilidade de retorno, liquidez diária, baixo custo e baixíssimo risco, além de uma grande solidez por ser ofertada pelo Tesouro Nacional são algumas das características gerais.

Alguns exemplos são o Tesouro Direto SELIC, IPCA, IPCA + juros semestrais etc. O que varia entre ele é se seu investimento terá rentabilidade pré fixada ou pós fixada em algum dos índices possíveis.

Debêntures

As debêntures são uma das formas das empresas obterem recursos para financiar alguma de suas atividades. Tende a ser uma opção mais barata para a empresa que realizar empréstimos bancários. Assim, você, investidor, empresta dinheiro para ela.

Mas, o que você ganha? Os juros captados pelo seu investimento é a resposta! E, dependendo da ocasião, podem apresentar ótima rentabilidade.

Porém, fique atento, pois investir em debêntures tende a ser mais arriscado que as opções analisadas até aqui. Uma boa forma de investir de maneira segura é observar o grau de risco da empresa. Os investimentos que possuem grande rentabilidade tendem a ser mais arriscados.

Investimentos em fundos

Os fundos são caracterizados por um conjunto de investidores que têm um objetivo em comum. Eles juntam determinada quantia em dinheiro e confiam em um administrador para tomar conta dele. Este administrador recebe uma taxa de administração.

Os fundos podem variar bastante, dependendo de seu objetivo, dos investidores que o compõe, entre outros fatores. Muitas vezes, os fundos são uma boa opção para investidores individuais que têm tempo ou experiência para boas leituras de mercado, pois isto será tarefa do administrador.

Investimentos em ações

Por fim, temos os investimentos em ações, conhecidamente como extremamente rentáveis, arriscados e, talvez, os mais complexos dos investimentos. Por exigem um grande conhecimento do mercado financeiro e pelos grandes ricos, talvez essa não seja a melhor opção para você que os investidores iniciantes ou inexperientes.

 

Conhecendo os principais tipos de investimentos, você começa a obter confiança e informações básicas para se investir. Principalmente, percebe que existem opções  do que fazer com seu dinheiro muito mais vantajosas para além da famosa poupança!

Deixe o seu comentário

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora