Vale a pena investir na poupança?

Por Vitor Tito

A boa e velha conhecida forma dos brasileiros de fazer um “pé-de-meia”, uma reserva para imprevistos, não se mostra mais com tanto vigor como no passado. Investir na poupança era uma forma de guardar as economias e vê-las crescerem sob a proteção do Governo, mas essa realidade mudou drasticamente.

Confira os pontos a seguir e veja se vale a pena ou não investir na poupança.

Processo para investir na poupança

Desde a sua criação, lá no Império de Dom Pedro II, a poupança sempre foi uma das formas mais simples para aplicar dinheiro. Em tese, atualmente precisa-se apenas comparecer a um banco com seus documentos de identificação — CPF, RG e comprovante de residência. Em alguns casos, isso pode até ser feito pela internet.

Como a poupança rende

Quando você investe na poupança, 70% vai para o financiamento imobiliário. Assim, os bancos podem financiar compras de imóveis com juros maiores e garantir retorno dos seus investimentos na poupança.

Ultimamente o retorno ficou em torno de 6% ao ano. Mas, recentemente, a regra do rendimento foi alterada e o cálculo depende da taxa Selic. Se ela for maior que 8,5% ao ano, então a poupança renderá 6,17%. Mas, se a taxa Selic for menor que 8,5% ao ano, então a poupança renderá o correspondente a 70% da Selic, acrescido da Taxa Referencial — TR.

Os poréns desta aplicação

Apesar de ainda ser uma aplicação simples, diversos aspectos têm feito os investimentos em poupança serem menos interessantes. Conforme reportagem de Economia, do Portal G1, ao final de 2015 foram retirados 53 bilhões de reais da poupança. Os poréns que estimularam essa saída, você confere abaixo:

Desvalorização do dinheiro investido

Com a crise econômica e o aumento da inflação, o dinheiro parado na poupança tende a se desvalorizar e perder seu poder de compra. Isso acontece porque a inflação alta faz com que o custo de vida aumente. Então, se a inflação está em 8% ao ano e sua poupança rende apenas 6,17% ao ano, você está perdendo 1,83% ao ano do seu investimento.

Perda da rentabilidade mensal nos saques

Apesar de muita gente não lembrar, a partir de 2012, o rendimento da poupança passou a levar em consideração a data dos depósitos, ou data de aniversário. Assim, se você realizar um saque antes da data de aniversário, automaticamente você perde o rendimento daquele mês incompleto.

Insegurança dos valores

Via de regra, o Fundo de Garantidor de Crédito (FGC) cobre apenas depósitos até 250 mil reais. Ou seja, quem tem quantias maiores nos bancos, podem ter prejuízos em caso de falência da instituição escolhida.

Aplicação de possíveis taxas

Apesar de não existirem taxas para aplicações na poupança, nem mesmo do Imposto de Renda, os bancos podem cobrar pelas movimentações. Por exemplo, ao fazer a transferência do dinheiro aplicado para outra conta ou ao realizar mais de dois saques no mês.

As outras opções de investimento

Na contrapartida dos investimentos na poupança, outros tipos de investimentos se tornam mais viáveis, mesmo para quem tem pouco dinheiro. Alguns deles, inclusive, não são burocráticos e nem demandam conhecimentos profundos de economia.

Um exemplo são os fundos de investimentos, que quanto maior a taxa de juros, maior tende a ser o retorno da aplicação. Contudo, as instituições bancárias costumam não difundirem tanto tais opções de investimento.

Afinal, deixar a população investir na poupança é lucrativo para eles, que terão que custear os baixos rendimentos da poupança, mas lucrarão utilizando os valores investidos no financiamento de imóveis com taxas de juros altas.

Ou seja, já se foi o tempo no qual investir na poupança era, de fato, uma boa opção para fazer um “pé-de-meia”. Nas condições atuais, está mais para uma meia furada. Você pode usar esse comparador de investimentos para conferir outros tipos de investimentos mais rentáveis que a poupança.

E furada ainda maior é não assinar nosso newsletter para ser informado de novas reflexões como essa, além de dicas de investimentos.

Categoria: ,

Simplicidade, rentabilidade e segurança.

Descubra como é fácil investir com a Monetus.

Comece agora